quarta-feira, 12 de outubro de 2011

A Hora do Espanto

- Nunca convide um vampiro pra entrar em sua casa (Ed)


Seguindo a onda das refilmagens que nos são apresentadas aos montes, esta é a vez de A Hora do Espanto, cuja primeira versão data do ano de 1985, dirigido por Tom Holland, e que contaram ainda com os atores: Chris Sarandon, William Ragsdale, Amanda Bearse e Roddy McDowall. Mesmo não sendo tão elogiado quanto o original, esta última versão consegue apreender o expectador, principalmente nesta época em que os vampiros são bonzinhos, voadores e brilhantes.

Sem ser exagerado ou cair na mesmice, o filme nos traz, como sempre, os adolescentes e seus traumas, alguns rostos bonitos, além dos clássicos mandamentos que cercam o mundo vampiresco: água benta, estaca no coração, não entrar na casa em que não é convidado, mortal a luz solar, ou seja, coisa pouca, nada demais...

Muitos já assistiram a primeira versão e conhecem a estória, mas para aqueles que são mais novos, como eu, farei um breve relato: Ed (Christopher Mintz-Plasse) é um jovem adolescente aficionado por vampiros, aliás, é um verdadeiro caçador destas criaturas, porém não consegue convencer Charley (Anton Yelchin), amigo de infância, que seu vizinho, Jerry Dandridge (Colin Farrell) é na verdade um destes vampiros. Principalmente porque Charley já não se interessa muito por estórias de vampiros, e sim por meninas, ou melhor, por Amy (Imogen Poots), sua namorada.    

Não passa muito tempo e Charley percebe que Jerry realmente escondia algo, e todos a sua volta poderiam estar em perigo, inclusive sua mãe Jane (Toni Collette), bastante encantada pelo vizinho. Descobrir a verdade sobre o vizinho, não parecer um nerd a ponto de ficar mal com a namorada e os amigos: esta era a missão de Charley, pelo menos era o que ele imaginava.


Título original: (Fright Night)
Lançamento: 2011 (Estados Unidos)
Direção: Craig Gillespie
Atores: Colin Farrell, Anton Yelchin, Toni Collette, Christopher Mintz-Plasse.
Duração: 120 min
Gênero: Terror

3 comentários:

  1. Vou esperar em dvd....Acho que esse tipo de refilmagem dispensável ao cinema.

    Opinião pessoal.

    ResponderExcluir
  2. Assisti os dois e digo q o remake é melhor q o original, mas com certeza muita gente vai dizer ao contrario, mas fazer o q se gostei mais desse...

    ResponderExcluir
  3. Thomás Rodrigues Boeira15 de outubro de 2011 13:23

    Gostei mais deste remake do que do filme original. Bem divertido e um elenco carismático.

    Abraço,
    Thomás
    http://brazilianmovieguy.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Gostou? Não gostou? Já assistiu o filme? E o que achou? Comente!