domingo, 12 de fevereiro de 2012

Esposa de Mentirinha


-Acabou. Assino o divórcio em dois dias. (Danny)
- Quero ouvir dela. (Palmer)
-o quê ? (Danny)
- Quero conhecê-la, sua esposa. (Palmer)


Os últimos trabalhos de Jenifer Aniston não foram nada estimulantes, talvez a exceção seja o simpático Marly e Eu. Ainda assim esta é uma atriz bastante requisitada para estrelar comédias românticas: sim, estas que a cada lançamento só fazem perder a graça! 

Do outro lado está um autor que até possui mais créditos para queimar: Adam Sandler. Se seus últimos filmes não foram estrondosos sucessos, de qualquer forma ainda conseguem nos proporcionar algumas risadas, muitas vezes sinceras.  

Eis que então resolvem juntar em um filme estas duas figurinhas carimbadas do mundo da comédia, qual seria o resultado? Seu fracasso ou sucesso dependeria exclusivamente de uma boa história, pois eles possuem capacidade de fazer graça. Porém faltaram justamente a boa história, a direção e o roteiro, assim o resultado de Esposa de Mentirinha não poderia ser outro: uma sucessão de diálogos fracos, raríssimos lampejos de graça nas cenas que pretendiam ser engraçadas, um roteiro perdido na metade do filme, enfim o casamento de Aniston e Sandler, pelo menos desta vez, não deu certo.

Danny Maccabee (Adam Sandler), um bem sucedido cirurgião plástico, sempre fazia uso das mentirinhas para conquistar as mulheres, até que um dia quase foi desmascarado, sendo obrigado a se afundar ainda mais na mentira. Com objetivo de convencer a jovem Palmer (Brooklyn Decker) que a aliança no bolso de sua calça era de um casamento já em fase de divórcio, Danny convida sua secretária, Katherine (Jennifer Aniston) e seus filhos Bart (Griffin Gluck) e Kiki Dee (Bailee Madison) para serem os personagens desta história inventada:  eles se passariam por  esposa e filhos deste suposto casamento que já estaria no fim. E o que já era esperado acontece: a todo instante Danny se mete em situações engraçadas e constrangedoras para evitar que sua farsa seja descoberta, ao mesmo tempo em que cede as chantagens dos pirralhinhos.  

Nem mesmo a presença de Nicole Kidman interpretando Devlin, a amiga de faculdade de Katherine, foi suficiente para salvar o filme cheio de piadas no estilo já batido da dupla Sandler e Dennis Dugan, o parceiro e diretor do filme. Para os marmanjos restam apenas acompanhar a boa forma e as curvas de Brooklyn Decker e Jennifer Aniston nas cenas em que exibem seus pequeninos biquínis. 

Enfim, diferentemente do Danny Maccabee, não mentirei a vocês: o filme é fraquinho mesmo.


Título original: (Just Go With It)
Lançamento: 2011 (EUA)
Direção: Dennis Dugan
Atores: Adam Sandler, Jennifer Aniston, Nicole Kidman, Bailee Madison, Griffin-Gluck.
Duração: 107 min

7 comentários:

  1. A melhor coisa do filme: Nicole Kidman.
    Só isso mesmo.

    ResponderExcluir
  2. Adam Sandler e Jennifer Aniston são maravilhosos. Gosto deles. Apesar que neste filme não fiquei tão empolgado. Vi e não gostei. No mais uma abraço e até a próxima.

    ResponderExcluir
  3. Filme com Adam Sandler estou fora! Nem perco o meu tempo!

    Oi marcos, não esqueça de deixar seu comentário lá na minha lista das 20 melhores cenas de sexo do cinema. é sempre bom ter a opinião de um cinéfilo!

    http://monteolimpoblog.blogspot.com/2012/02/as-20-melhores-cenas-de-sexo-do-cinema.html

    Abraços :)

    ResponderExcluir
  4. Concordo plenamente, "primo": assisti à metade dele na HBO no último sábado e achei de uma fraqueza... Que nem me interessei em ver a outra metade! E o que falar de Sandler em seu último trabalho nos cinemas?! Cada comediante tem o fim que merece... Abraço e apareça (já te linquei lá pelos Morcegos)!

    ResponderExcluir
  5. o filme eh ótimo....

    ResponderExcluir
  6. Sinceramente eu nunca pensei que veria em uma comédia filme a Nicole Kidman, mas fez um excelente trabalho, mesmo agora estrelar a série Big Little Lies (http://br.hbomax.tv/movie/TTL609861/Big-Little-Lies-Parte-01). O filme dirigido por Adam Sandler é divertido, na verdade, agora eu não vi um filme tão bom como este produzido por ele. Eu encontrei-o roteiro muito engraçado, um dos meus personagens favoritos foi o cirurgião plástico que não poderia rir do botox em seu rosto.

    ResponderExcluir

Gostou? Não gostou? Já assistiu o filme? E o que achou? Comente!