quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

A Outra História Americana

- Vamos canalha, põe a boca no meio fio, põe a boca no meio fio! (Derek)


A apresentação de um personagem é uma dos eventos mais belos do cinema. Seus ideais, suas crenças, defesas, etc. Pode ser feito com palavras, com cenas, ás vezes leva um filme inteiro, mas na maioria das vezes é feito nas primeiras cenas. Pintar um nazista não é muito difícil, mas o que fizeram com Edward Norton neste filme é espetacular. Basta uma primeira olhada que já imaginamos do que ele é capaz.

Quem começa a assistir a este filme sem antes ler a sinopse fica impressionado com seus primeiros minutos. Ao sair da cama, alertado pelo irmão Danny (Edward Furlong) que seu carro estaria sendo roubado por alguns negros,  Derek (Edward Norton) apresenta seu corpo quase despido. Trajando apenas um simples short, aquele jovem branco, de cabeça raspada, e exibindo tatuagens com símbolos nazistas por todo o corpo, carrega sua arma com tanta veemência e objetividade que não nos deixa dúvida do que ele fazer ao descer as escadas e encontra aqueles ladrões.

Se este longa não estiver naquela sua lista de filmes obrigatórios, então inclua agora mesmo. Anos noventa, Derek é um jovem revoltado, principalmente após perder seu pai, um bombeiro, assassinado em um bairro conhecido por ser de maioria negra enquanto tentava salvar pessoas em um incêndio. Ao aproximar se de Cameron (Stacy Keach), um velho nazista que divulgava suas idéias aos jovens brancos inconformados com algumas questões sociais (desemprego, imigração, violência, etc) Derek encontrara a explicação para tudo que achava estar errado a sua volta. Cameron e seus conceitos nazistas lhes diziam que eram os parasitas (judeus, asiáticos, mexicanos, negros) que estavam correndo e destruindo a América, lar dos pacíficos, honestos e trabalhadores brancos protestantes. Assim, Derek e sua gangue, alicerçada pelo mentor Cameron, fariam de tudo para tornar a vida destes parasitas insuportável, afinal "se querem uma fatia do bolo terão que lutar por ele".

Porém, três anos na cadeia foram suficientes para que aquele jovem pusesse em dúvida todos seus ideais de supremacia branca. E enquanto estava preso, Danny, seu irmão caçula e admirador, seguia seus mesmos passos repletos de ódio racial e violência.  Com a família desestruturada, sem emprego, mãe doente, e receio de represália de gangues rivais, Derek, ao sair da cadeia, busca apenas convencer o irmão a não seguir o mesmo caminho que ele havia traçado antes.  

A Outra História Americana é um drama que trata da violência associada ao preconceito, elemento presente não só na história dos norte-americanos, como também em qualquer lugar do mundo. Mas confessemos que eles são bons em contar e expor suas feridas. E quando o fazem podemos ter o prazer de apreciar filmes como este ou como o igualmente fantástico Crash - No Limite.   


Título original: (American History X)
Lançamento: 1998 (EUA)
Direção: Tony Kaye
Atores: Edward Norton, Edward Furlong, Beverly D'Angelo, Jennifer Lien.
Duração: 119 min
Gênero: Drama

2 comentários:

  1. Grande filme......adoro o roteiro, a narrativa e a atuação de Edward Norton.

    Seu texto está perfeito e detalhe, gosto de Crash, mas, acho esse melhor.

    ResponderExcluir
  2. Escrevi um artigo sobre o filme contando o grande problema ideológico de "controle de mentes" que ainda existe hoje. Indico aqui: http://lounge.obviousmag.org/fabulas_do_mundo_esquecido/2014/07/os-dois-lados-racistas-de-a-outra-historia-americana.html

    ResponderExcluir

Gostou? Não gostou? Já assistiu o filme? E o que achou? Comente!